História

O HISTÓRICO DO SINPOFESC

O Sindicato dos Policiais Federais no Estado de Santa Catarina –
SINPOFESC, foi fundado no dia 19 de maio de 1989, sendo um dos pioneiros
do Brasil.
Após a criação dos sindicatos do Rio Grande do Sul, SINPEF RS, em
novembro de 1988 e de Goiás, SINPEFGO, em abril de 1989, foi a vez de
Santa Catarina seguir a trajetória de lutas e conquistas em favor da categoria.
A vitória de Tancredo Neves para presidente, em janeiro de 1985, pelo
Colégio Eleitoral, pôs fim à intervenção militar no Brasil. E a Polícia Federal que
esteve sob o comando dos militares durante a ditadura, agindo na fiscalização
do movimento sindical, passou a viver uma situação inusitada com seus ‘novos’
dirigentes também aspirando aos ares da redemocratização do país e também
querendo embarcar nesta nova caminhada, rumo ao moderno e querendo o fim
do ranço militar.
Neste período, alguns policiais iniciaram os primeiros questionamentos
em defesa de seus direitos. Vislumbravam a organização da classe e queriam
discutir as estratégias que garantissem melhores condições de vida e de
trabalho para todos.
Com a promulgação da Constituição Federal de 1988, foi adotado o
sistema de livre organização sindical. Era o que faltava para romper a
resistência da ditadura interna na Polícia Federal. Um dos absurdos lembrados
por todos: ter que levantarem-se quando um delegado entrasse na sala.
A criação dos dois primeiros sindicatos estimulou os catarinenses a
fundarem o seu. Marcada a Assembleia, os futuros sindicalizados
compareceram em massa. Alguns delegados da Polícia Federal participaram
do evento para tentar inviabilizar a criação do Sindicato, mas a tática não
funcionou. A fundação do sindicato foi aprovada com a designação da Diretoria
Provisória. Incrível, coisa impensável hoje, mas havia um delegado naquela
diretoria, que foi presidida pelo APF Ivan da Silva Couto.
Criado o Sindicato dos Policiais Federais no Estado de Santa Catarina,
a primeira medida tomada pelo superintendente regional da Polícia Federal no
Estado de Santa Catarina que estava em exercício foi deslocar alguns

Diretores para cumprir expediente no Aeroporto de Florianópolis com o intuito
de esfacelar a luta sindical.
A perseguição fortaleceu o movimento, ensejando a eleição da primeira
Diretoria do Sindicato, encabeçada pelo Agente de Polícia Federal Francisco
José da Silva. Essa Diretoria podia ser definida com as seguintes palavras:
coragem, determinação e inovação para romper com a estagnação, o atraso e
a prepotência invisível que permeava a instituição Polícia Federal
Assim, em 19 de outubro de 1990 foi eleita a primeira Diretoria do
SINPOFESC, com a chapa única denominada “Evolução”. O presidente eleito
foi o APF Francisco José da Silva, Vice-Presidente PCF Carlos Alberto
Lorenço, Tesoureiro PPF José Carlos Nedel Fagundes, Secretário EPF Paulo
Roberto Rosa Ferreira, o Conselho Fiscal os APFs Juarez de Oliveira Castro,
Waldyrson Celso Oliveira Rabelo e Janylton Oliveira Sobral Bonfim.
O êxito da gestão dessa diretoria conduziu-a para a reeleição,
permanecendo por mais três anos – de outubro de 1993 a outubro de 1996.
Durante essa gestão foi iniciada a construção da sede do SINPOFESC, no
bairro Balneário, área continental de Florianópolis. O Sindicato ainda possui o
imóvel, que está alugado à terceiros.
Durante este segundo mandato, no ano de 1994, foi deflagrada a
primeira greve da Polícia Federal. Durou dois meses e foi um marco no jovem
sindicalismo dentro da Polícia Federal. A Diretoria soube conduzi-la de forma
organizada e pacífica, com resultados positivos efetivamente aos servidores,
com melhoria salarial, bem como com o início da democratização desta Polícia
que era hermética e retrógrada.
Felizmente, desde a sua fundação, mesmo com todas as dificuldades,
os esforços e as lutas nunca mais cessaram e as conquistas continuam.